Pesquisar este blog

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Mania de possuir

É impressionante como existem certas músicas que parecem que foram escritas por nós. Demorou para que eu pudesse entender que cada pessoa é única e que não dá para modificá-las. O grande desafio é aceitá-las do jeito que são. E não é uma tarefa fácil. O Guilherme Arantes soube explorar muito bem esse tema na música Mania De Possuir, álbum Calor de 1986. Quando ouvia essa música na minha adolescência, prestava mais atenção na melodia, no arranjo, no som do piano, do que na letra. Não tinha vivido ainda um amor verdadeiro, portanto, não tinha como decifrar as palavras da canção. Hoje, depois de ter errado muito e acertado no amor, consigo entender perfeitamente a letra toda. 

Segue a letra e o player dessa bela música.

Essa mania de possuir
Mata em nome do amor
Fere o espaço mágico da criação
O sentimento à flor da pele

Essa vontade 
De engolir o mundo
Ter tudo nas mãos
Logo pode trazer outra desilusão
Coração que não descansa

Eu preciso de você do jeito que é
Sem te aprisionar 
eu quero inteira
Quando a gente gosta mesmo
Não quer mudar a pessoa

Quantos vivem de mentiras
Dando a impressão
Que a sua certeza é verdadeira
Quando a gente enxerga as coisas
Não tapa o sol...
Então me entenda
Esse é o meu jeito


video

Um comentário:

  1. Pode cre veiu , essa musica e' foda ,sempre fui fa do Guilerme Arantes e gostei muu,ito da sua descricao dessa musica Mania de possuir ,

    Tudo de bom pra voce ,

    Nemer , Leeds UK

    ResponderExcluir