Pesquisar este blog

domingo, 14 de outubro de 2012

Bad 25

Depois do emocionante documentário póstumo de Michael Jackson (1958 - 2009), This Is It, 2009, agora é a vez Bad 25, 2012, que comemora os 25 anos do lançamento do sétimo álbum da carreira do Rei do Pop, Bad, 1987. O filme, dirigido por Spike Lee, traz os bastidores das gravações dos clipes, produzidos na época dos seus lançamentos, em 123 minutos de fita com: cenas inéditas e depoimentos de amigos, músicos, coreógrafos, produtores, diretores, artistas e mais um monte de gente envolvida na produção dos "curtas metragens", como Michael se referia aos clipes. 

Lembrei-me de clipes que já havia deletado da memória, descobri fatos que nunca havia me ligado antes, como o da cantora Sheryl Crow que acompanhou MJ na turnê Bad como backing vocal, e do cineasta Martin Scorsese que dirigiu o clipe Bad. Foi uma sessão emocionante, a contar pela plateia, que em sua maioria, era composta por fãs enlouquecidos de Michael, e pelas cenas com aparições hipnóticas do protagonista. 

Siedah e Michael no estúdio: Parceria afinada.
Nunca me liguei no álbum Bad. Não curtia o ritmo mais acelerado e dramático das faixas. Somente duas musicas me chamaram a atenção na época: I Just Can´t Stop Loving You e Main In The Mirror. Coincidência ou não, as duas faixas tiveram a participação da afinada e estreante Siedah Garret. Na primeira, em dueto com MJ, e na segunda, como letrista. 

Segue o emocionante e envolvente trecho do filme Moonwalker, 1988, com a canção Man In The Mirror. Outra apresentação de Michael, similar a esta, fechou o documentário Bad 25 em alto e bom som. Foi de arrepiar.

Man In The Mirror
Homem No Espelho 
video

Curiosidades: Quincy Jones, o produtor dos grandes sucessos de Michael, desde o álbum Off The Wall, 1979, havia convidado a Barbra Streisand e a Whitney Houston para compor o dueto com MJ na gravação da música I Just Can´t Stop Loving You, ambas recusaram por medo de retaliações recorrentes da polêmica música Bad, que era vista como subversiva e racista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário