Pesquisar este blog

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Simplesmente Sade

Ontem tive o prazer de assistir de um lugar privilegiado o show da banda Sade (isso mesmo, banda!), no Ginásio do Ibirapuera. Casa lotada, metade das arquibancadas mais a pista forrada de cadeiras. No repertório um mix de toda carreira iniciada na década de 1980. Sade merecia uma casa de shows melhor, o som do ginásio estava péssimo, as caixas de som com seus graves abafavam a voz suave da vocalista, e suas acomodações não eram compatíveis com os preços cobrados de 300 a 850 reais. 

Às 21h50 a cantora emergiu do centro do palco toda vestida de preto, com seus longos cabelos presos num rabo de cavalo e sobre um salto de 20 cm. Simpática, suas primeiras palavras foram "San Paulo", seguidas da sua ótima impressão da cidade e pelo prazer de tocar aqui no Brasil pela primeira vez. 
O show dividiu-se em três partes, mais o bis final.
Para cada uma delas Sade Adu apresentou-se com looks diferentes: cabelos presos e soltos; salto alto e descalça; roupa preta, preta e branca e vermelha e branca. 
O palco tinha uma montagem simples e funcional. Ao fundo um telão intercalava projeções monocromáticas com algumas pinceladas de cores. 

Uma cortina velava e revelava a cantora à frente do palco com jogo de imagens e luzes. Dois pequenos telões laterais compunham o cenários com imagens ampliadas da banda. 

O show durou exatamente duas horas. Teve seus pontos altos nas faixas mais conhecidas Smooth Operator e The Sweetest Taboo. Não precisa nem dizer que não faltaram câmaras fotográficas e celulares do público registrando tudo em todos os lugares né? As músicas tocadas foram: Soldier Of Love, Your Love Is King, Skin, Kiss Of Live, Love Is Found (inédita e muito boa), In Another Time, Smooth Operator, Jezebel, Bring Me Home, Is It A Crime, Love Is Stronger Than Pride, All About Our Love, Paradise, Morning Bird, King Of Sorrow, The Sweetest Taboo, The Moon And The Sky, Pearls, No Ordinary Love, By Your Side e no bis Cherish The Day. Pela primeira vez no Brasil, Sade de apresentará ainda no Rio e em Brasília. Agradeço o Miguel pela força e a Carolina Pascoal pela credencial, sem eles não assistiria ao show.

Nascida na Nigéria e criada desde criança no Reino Unido, Helen Folasade Adu ou Sade Adu é dona de uma voz delicada e única. Sua imagem exótica e delicada ilustra os vídeos e estampa os álbuns da banda, criando uma certa confusão, o nome Sade é em sua homenagem. Além de soltar a voz, ela escreve e compõe. A banda é composta por: Sade Adu (vocal), Colin Stuart Mattewman (guitarra e sax), Paul Spencer Denman (baixo) e Andrew Hale (teclados). A banda já gravou seis álbuns e entre eles vários hits. 

Segue o clipe da música da banda que mais gosto, do álbum Love Deluxe, de 1992:

Kiss Of Life
Beijo Da Vida
video

Texto editado em 25/03/13.

Nenhum comentário:

Postar um comentário