Pesquisar este blog

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ressuscita-me

Talvez/Quem sabe/Um dia/Por uma alameda/Do zoológico/Ela também chegará/Ela que também/Amava os animais/Entrará sorridente/Assim com está/Na foto sobre a mesa/Ela é tão bonita/Ela é tão bonita/Que na certa/Eles a ressuscitarão/... 

O Amor, de Caetano Veloso, do álbum Fantasia de 1981, o disco que mais escutei desta outra diva da MPB, Gal CostaQuem leu o post anterior viu que eu ficava na casa da minha irmã escutando seus discos, e um era este. Não sei se é porque escutei muito, mais considero o melhor disco da Gal. Destaque para as faixas: Meu Bem, Meu Mau, Canta Brasil, Festa do Interior, Açai, Tapete Mágico e Massa Real. Quase todas! 

Lembro que nas matinês de carnaval que aconteciam no salão de festas do Clube Palmeiras tocava sempre: Festa do Interior, O Balancê e Massa Real.

Tem muitas outras que gosto também: No tabuleiro da Baiana, Aquarela do Brasil, Modinha Pra Gabriela, Só Louco, Luz do Sol, Folhetim, Dom de Iludir, Nada Mais, Baby, Lanterna dos Afogados e Brasil

Em 1999 assisti o show Gal Canta Tom Jobim no ainda Palace em Moema. O repertório era ótimo e a voz da Gal também, acompanhada por um piano, mas a simpatia e o carisma da moça passaram longe. Mesmo assim valeu ver de perto um dos nossos ícones da MPB. 

Salve Gal!

O Amor
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário