Pesquisar este blog

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Elis 70 anos

Ontem, prestigiei o show em homenagem à Elis Regina e gostei do que vi. A iniciativa partiu do primogênito da cantora, João Marcello Bôscoli, e integra os eventos em comemoração ao aniversário de 70 anos de Elis. Os eventos começaram com o lançamento do site oficial da cantora e a nova biografia autorizada, Nada Será Como Antes, de Julio Maria, ambos lançados em 17 de março, data do aniversário de Elis. E ainda tem a promessa de uma filmografia, dirigida por Hugo Prata, com roteiro de Nelson Motta e Patricia Andrade, com a atriz Andreia Horta na pele da Pimentinha.

O show começou às 20h15 e foi apresentado por João Marcello e Luiz Carlos Miele, contou com vídeos inéditos de canções da Elis e com depoimentos e canções ao vivo dos artistas convidados (em ordem de participação): Fagner, Renato Teixeira, João Bosco, Jair de Oliveira, Ivan Lins e Gilberto Gil. Músicos e três telões dividiam o palco do auditório Celso Furtado no Anhembi. Minha emoção foi grande, não conhecia o lugar, mas sabia que a Elis já havia se apresentado ali várias vezes.

Setlist: Abertura com Elis Regina (voz) - Fascinação; Fagner - Mucuripe (participação de Elis no telão) e Noves Fora, Elis Regina (telão) - Sinal Fechado e Transversal Do Tempo, João Bosco - Bala Com Bala, Transversal Do Tempo, O Mestre-Sala Dos Mares, O Bêbado E A Equilibrista, Elis Regina (telão) - Me Deixa Em Paz, Renato Teixeira - Romaria (participação de Elis no telão) e Sentimental Eu Fico, Elis Regina (telão) - Corrida De Jangada, Jair Rodrigues e Elis Regina (telão) - O Morro Não Tem Vez (participação de Jair de Oliveira), Elis Regina (telão) - Águas De Março, Ivan Lins - Aos Nossos Filhos, Cartomante, Qualquer Dia, Me Deixa Em Paz e Madalena, Elis Regina (telão) - Deixa e Upa Neguinho Na Estrada, Gilberto Gil - Amor Até O Fim, Se Eu Quiser Falar Com Deus e Ladeira Da Preguiça, Elis Regina (telão) - Maria, Maria.

Senti falta de outros grandes compositores/cantores, vivos, tão gravados por Elis como Milton Nascimento, Edu Lobo, Chico Buarque, Caetano Veloso Guilherme Arantes. Foram quase três horas de show, com intervalo de quinze minutos. Os pontos altos foram ver Elis em vídeos inéditos nos telões com som e imagens impecáveis e ouvir Gilberto Gil cantando Se Eu Quiser Falar Com Deus. Os pontos baixos foram a ausência dos outros filhos de ElisPedro Camargo Mariano e Maria Rita, e a fraca e desnecessária presença de Jair de Oliveira no palco. No encerramento, todos os artistas voltaram ao palco para prestar uma última homenagem à cantora. João Marcello deixou no ar a promessa de novos shows. Vamos aguardar, porque o espetáculo não pode parar!

E para encerrar, a cópia, sem tratamento, de um dos vídeos que passaram no show de ontem, gravado em 1978.

Sinal Fechado e Transversal Do Tempo
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário