Pesquisar este blog

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

O pulso ainda pulsa

Hoje, a banda Titãs completa 30 anos de estrada, por sinal, muito bem percorrida. O primeiro show oficial da banda aconteceu no dia 28 de setembro de 1982, no Sesc Pompéia em São Paulo. Naquela época, o grupo apresentava-se como Titãs do Iê-Iê, com seus nove integrantes iniciais: Arnaldo Antunes, Branco Mello, Marcelo Fromer (1961 - 2001), Nando Reis, Paulo Miklos, Sérgio Britto, Tony Belloto, Ciro Pessoa e André Jung. Três anos mais tarde, entrou Charles Gavin. Da formação atual, sobraram o talento das cabeças dinossauros e quatro integrantes: Sérgio, Branco, Paulo e Tony.

Lembro-me bem quando o grupo começou a despontar hits e aparecer na TV no Programa do Chacrinha. Eram oito malucos, com roupas coloridas e penteados extravagantes. A música Sonífera Ilha, álbum Titãs, 1984, foi o primeiro hit da banda. Depois vieram: Toda Cor, Marvin Go Back

Nando, Sérgio, Arnaldo, Charles, Marcelo, Branco, Paulo e Tony.
Nesses 30 anos foram: 21 discos, mais de 220 músicas e vários prêmios. Suas canções já foram gravadas por Marisa Monte, Maria Bethânia, Adriana Calcanhoto, Cássia Eller, Ney Matogrosso, Blitz, Os Paralamas Do SucessoBiquíni Cavadão, Pato Fu e muitos outros. Foram vários os hits da banda, além dos três primeiros citados: Homem Primata, Flores, AA UU, Família, Comida, Bichos Escrotos, Policia, O Pulso, Lugar Nenhum, Os Cegos Do Castelo, Por Que Eu Sei O Que É Amor, Epitáfio, É Preciso Saber Viver, Miséria, Não Vou Me Adaptar, O Que, Gostava Tanto De Você, Deus E O Diabo, Isso, Insensível e Pra Dizer Adeus.

O grupo foi se dissolvendo aos poucos: em 1983 saiu Ciro, em 1984 saiu André e em 1992 saiu ArnaldoO grupo quase se desfez em 2001 com a morte de Marcelo, vítima de atropelamento. Um ano mais tarde, foi a vez de Nando deixar os Titãs e por último, em 2010, saiu Charles que estava no grupo desde 1985. 

No próximo dia 6 de outubro a banda comemora os 30 anos de carreira num show retrospectiva com três ex-integrantes: Charles Gavin, Nando Reis e Arnaldo Antunes

Vida longa ao Titãs! E o pulso ainda pulsa!

O Pulso
video

Essa música foi tema de um trabalho de artes plásticas que desenvolvi na época da faculdade. A letra rendeu um bom objeto, com direito a um saco de sangue recheado com uma mistura de calda de chocolate e groselha que era conectada a um sanduíche de acrílico com a letra estampada em cor de sangue. Mais tarde, a obra fez parte de uma exposição coletiva dos alunos. Ninguém chegava perto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário