Pesquisar este blog

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Bye bye Amy

E lá se vai mais uma estrela cadente de volta ao céu. 

É assustadora a notícia do esperado ser confirmado. Em janeiro desse ano, fui ver o show da Amy Winehouse (Post do dia 16/01/11), e lembro-me de ouvir vários comentários do tipo: "Vamos ver a Amy cantando antes que ela morra de overdose?"

E ficam as perguntas: Por quê? E por que será que as histórias se repetem?

Sensibilidade, criatividade, talento, sucesso, fama e fortuna são ingredientes perigosos no caldeirão da música. Entendo de certa forma, que deve ser muito difícil conciliar tudo isso com a vida, a família e os amores. Eu não conseguiria, e muitos outros jovens cantores também não conseguiram. A fama deve ser muito boa, mas o preço a ser pago por ela é muito alto e arriscado. Quem não tiver maturidade para lidar com tudo isso, dança! 

Sem contar que tô ficando traumatizado com as coincidências. Há alguns anos vi o brilhante show acústico da Cássia Eller e no final do mesmo ano, ela também morreu.  

Pena ter acontecido com a Amy. Pena a Amy ter perdido o chão. 

Me despeço dela com a música que mais gosto do seu breve e surpreendente repertório:

Love Is A Losing Game
O Amor É Um Jogo Perdido
video

Vídeo inserido em 19/11/2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário